Vladimir Carvalho

por Carlos Alberto Mattos

A trajetória do documentarista Vladimir Carvalho é iluminada pelo crítico de cinema Carlos Alberto Mattos em Pedras da Luz e Pelejas no Planalto. Logo no início, Mattos descreve como Carvalho foi precursor de dois momentos importantes da cinematografia brasileira: o Cinema Novo e, após sua mudança para a capital federal, o florescimento de um cinema tido como legitimamente brasiliense. No livro, pela própria voz de Carvalho, entende-se como ele procurou equilibrar suas origens nordestinas com o concreto armado do Distrito Federal em uma trajetória artística única. Partindo do que Mattos descreve como um movimento pendular entre sua terra natal e sua terra adotiva, Carvalho produziu filmes imprescindíveis como Conterrâneos Velhos de Guerra, Barra 68 - sem perder a ternura e O Engenho do Zé Lins. A cada novo filme, o cineasta brasiliense de origem paraibana busca um entendimento profundo acerca de cada tema que pretende abordar. tal entendimento sempre surge amparado por uma tremenda e saudabilíssima inquietação forma. Assim, Vladimir Carvalho vem flertando com formas variadas de se fazer documentários no decorrer de sua carreira, construindo uma filmografia ímpar e verdadeiramente plural. Essa pluralidade e originalidade estão impressas em cada página de Pedras da Lua e Pelejas no Planalto.




Leia!

o livro na íntegra

clique

Baixe!

o livro nos formatos:

PDF

txt

  • Seja o primeiro a comentar esse livro!